O futuro da democracia no Brasil

Blog da Boitempo

Trabalhadoras de Campos, interior do Rio de Janeiro, durante a Greve Geral de 28 de abril de 2017. Foto: MídiaNINJA.

Por Luis Felipe Miguel.

O ano de 2016 marcou o fim do experimento democrático iniciado no Brasil com a Constituição de 1988. A ordem que ali fora instituída era ancorada no desenho democrático liberal: o acesso ao poder dependia do voto, todos os cidadãos eram dotados de um conjunto de direitos, a lei valia igualmente para todos. Para muita gente à esquerda, esse arranjo não era suficiente; na permanência de uma desigualdade social profunda, a capacidade de fazer uso desse conjunto de prerrogativas e de garantias também seria muito desigual. Ainda assim, esse ordenamento jurídico apresentava uma base a partir da qual era possível sonhar com e lutar por uma democracia mais genuína.

Ver o post original 1.619 mais palavras

Anúncios

Sobre osmargp

Pai da Gi e do Victor Hugo, casado com a Silvete. Quando minhas vértebras e tendões permitiam trabalhei em industrias alimentícias; agora, quando minhas vértebras e tendões estão de bom humor, leio.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s