Fernando Martínez Heredia en el tiempo crucial de Cuba. Por Iroel Sánchez

La pupila insomne

Destrozado quedé cuando temprano en la mañana de este lunes recibí la noticia de que había muerto Fernando Martínez Heredia. Con pocas palabras, pronunciadas entrecortadamente, pude reaccionar: “lo perdemos cuando más falta nos hace”. 

Ver o post original 570 mais palavras

Anúncios

Sobre osmargp

Pai da Gi e do Victor Hugo, casado com a Silvete. Quando minhas vértebras e tendões permitiam trabalhei em industrias alimentícias; agora, quando minhas vértebras e tendões estão de bom humor, leio.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s